O primeiro caso de Experiência de Quase-Morte (EQM) de que tive conhecimento detalhado

.

Há mais de 20 anos anos, numa manhã em que trabalhava em casa, ouvi numa emissora de rádio alemã ( NDR, de Hamburgo), uma entrevista feita a um senhor chamado Stefan von Jankovich.

>INDÍCE DE CONTEÚDOS

A entrevista foi longa, já havia começado quando comecei a escutar e – como o assunto me interessava – coloquei uma cassete áudio a gravar.O assunto ficou na minha memória e era uma narrativa do próprio, arquitecto e engenheiro de naturalidade húngara e residente na Suíça, da sua “Experiência de Quase-Morte”, ou EQM, ocorrida em Setembro de 1964.

Muito tempo mais tarde efectuei buscas na internet, tendo tido inicialmente alguma dificuldade na grafia correcta do nome, tendo acabado por encontrar uma súmula de um livro de sua autoria “Ich war klinisch tot” /Der Tod – Mein schönstes Erlebnis, título que significa em português: “Estava clinicamente morto/A morte – a minha experiência mais bela”.

>O primeiro caso de EMI de que tive conhecimento detalhado

Embora pudesse ter feito outra escolha para divulgar este tipo de ocorrências,

  • o facto de o depoimento de Stefan v. Jankovich ter sido o primeiro que escutei;
  •  verificada a personalidade bastante vincada de homem conhecido publicamente e com largo prestígio profissional, técnico e cultural;
  • e a convicção e certa sensibilidade literária com que fazia os seus depoimentos (SJ faleceu em 2002), deram-me o necessário impulso para traduzir do alemão o referido documento.

Mais tarde encontrei num site de Radio Canada uma versão em francês, de mais fácil acesso linguístico. Mas o trabalho já estava feito e não tenho receio da tradução apresentada.
O facto de ser apenas um resumo do livro, o facto de não estarem explícitas reservas de direitos autorais, o facto de o texto estar larga e publicamente patente na internet, não me colocaram inibições de o traduzir para a nossa língua, o que tem particular interesse e corresponde, disso tenho a certeza, ao espírito com que Stefan von Jankovich generosamente se dedicou a divulgar a sua experiência.

Aqui fica para os leitores que desejem lê-lo na língua original:

Ich war klinisch tot

Uma parte muito significativa desta obra, a narrativa da experiência propriamente dita, encontra-se aqui publicada na notícia:

Resumo livro “Ich war klinisch tot”, de Stephan von Jankovich

.

.

.

.

.

.

.

.