A vida depois da vida / 2

A compreensão natural da vida depois da morte e de outros factos relacionados com a transcendência já não dependem da crença, ou de qualquer predisposição religiosa, MUITO MENOS DOGMÁTICA.

 Com a abundância de dados científicos que existem, basta ter vontade e coragem intelectual, para enfrentar os dados existentes, tal como muitos que aqui são apresentados..

As provas evidentes de uma outra vida têm muito diversas áreas de afirmação científica. Nesta plataforma falamos de muitas e aqui a seguir referimos uma em especial, por haver milhões de casos recentes e por estar na memória da humanidade em muitos documentos, de há muitos séculos.

Há pessoas, vítimas de acidentes ou de outras situações limite, depois de uma comprovada morte clínica, com paragem cardíaca e paralização completa da actividade cerebral, que têm sido reanimados em todo o mundo por processos agora crescentemente difundidos em acções de salvamento ou socorro de emergência hospitalar.

Do número total dessas pessoas, há cerca de 18% que se lembra da sua viagem ao outro lado da existência, com variável quantidade de recordações, mas inapagáveis. Mais do que isso: a ocorrência tem efeitos transformadores do carácter e das concepções de vida, libertando os protagonistas completamente do medo da morte!

O fenómeno em si é antiquíssimo, e pode ter ocorrido no passado por mera casualidade, mesmo sem a intervenção de recursos médicos.
Platão, num dos livros da República, descreve o “mito de Er”, o Arménio, Panfílio de nascimento, um soldado que “morre” e vem de novo a si, narrando a sua odisseia no além, duma forma em tudo compaginável com os actuais depoimentos das pessoas que passam por NDE’s (em inglês) EQM’s (em português) ou EMI’s (em francês)!

Há muitos registos desde a antiguidade, textos na Bíblia que podem ser conotados com esta ordem de fenómenos e tantos outros depoimentos e casos ao longo da História, como o do notabilíssimo caso do sueco Emanuel Swedenborg (1688-1772).

Os casos deste tipo abundam em todo o mundo, inclusivé em Portugal, e temos um vizinho aqui onde vivemos, uma pessoa bem conhecida, com a qual se passou esse fenómeno.

O nosso vizinho e bom amigo é categórico: o medo da morte para ele deixou de existir, a sua confiança no futuro é, quanto isso, absolutamente tranquila!…

AO FUNDO APRESENTAMOS UM CONJUNTO DE TRÊS VÍDEOS COM UM DOS MAIS ESPANTOSOS CASOS DE QUE TIVEMOS CONHECIMENTO, PUBLICADO PELO CONHECIDÍSSIMO SITE BRASILEIRO “AFINAL O QUE SOMOS NÓS”.

Para já, é favor lerem o depoimento de Stefan von Jankovich, ele próprio protagonista de uma impressionante Experiência de Morte Iminente, em Setembro de 1964, inserido adiante neste blogue, bem como outras notícias insertas no menu respectivo.

É FAVOR CLICAR NA FRASE, PARA TER ACESSO AO DEPOIMENTO.

É favor clicar nas imagens para ter acesso aos vídeos.

.

ERNESTO BOZZANO – A Crise da Morte; Anexo e Autobiografia

Ernesto Bozzano

Informo todos os visitantes que esta apresentação de “A Crise da Morte” de Ernesto Bozzano foi pesquisado no valioso “site” dos “Autores Espíritas Clássicos”. As adaptações gráficas, gramaticais e sintácticas que efectuei devem ser entendidas como o resultado de uma adaptação para meu uso pessoal, com as anotações que correspondem ao meu gosto de leitura ao computador, pese muito embora algum caos sintáctico e ortográfico em que me encontro inocente e excessivamente fatigado para começar tudo de novo… As minhas desculpas a brasileiros e a portugueses.

O insignificante trabalho feito, no entanto, equivale por certo a ter lido o livro mais de dez vezes por inteiro, com manifesto benefício próprio, diga-se de passagem.

A inclusão de um ANEXO não pertence de modo nenhum à obra original nem à tradução referida, é apenas um resumo muito sintético das inumeráveis e trabalhosas consultas que efectuei para contextualizar a minha apreensão desta valiosíssima obra que acho uma peça inestimável da eminente Cultura Espírita, no sentido que tem de ciência de observação com importância filosófica e objectivos morais do mais transcendente valor, tal como abundantemente demonstra a preciosa acção esclarecedora de Ernesto Bozzano.

.

Acrescento também, aliás, uma peça autobiográfica do autor, que não será uma raridade, mas que descobri com trabalho meticuloso ao fim de um livro de sua autoria, prestando-lhe com isso preito de homenagem e imensa gratidão.

É inteiramente natural que Ernesto Bozzano não faça parte do elenco de espíritos que irão apresentar-me boas vindas na minha chegada ao Além. Prometo, contudo, ir incomodá-lo onde quer que esteja – se isso me for concedido, claro – para lhe dar um fortíssimo
abraço celestial, da mais exaltante vibração sensível!…

PARA TER ACESSO AO DOCUMENTO CLICAR NO TÍTULO ABAIXO:

BOZZANO A Crise da Morte Notas+Autobiografia

.

.

.

.